“Somos dinâmicos e a TV do futuro também será”, diz diretor de Tecnologia e Estratégia da TV Globo, Raymundo Barros

OUTRAS MATÉRIAS

A evolução da televisão aberta foi tema da palestra conduzida pelo diretor de Estratégia e Tecnologia da Globo, Raymundo Barros, nesta terça-feira (7), no Centro de Eventos e Treinamentos (CET) da Rede Gazeta. 

No evento, o mercado capixaba conheceu o novo modelo de transmissão que substituirá a TV Digital: a TV 3.0. Falta pouco para essa tecnologia ser implantada no Brasil, e a TV Globo, que atinge cerca de 100 milhões de pessoas diariamente, já está realizando testes para essa transição.

“Na prática, teremos melhor qualidade e maior imersão audiovisual, experiência fluida entre o digital e o linear, além de uma experiência efetiva com a TV baseada em Apps”, explicou Raymundo. 

Além da melhoria na qualidade de imagem e som, a TV 3.0 permitirá que os anúncios publicitários sejam personalizados de acordo com o perfil e a localização geográfica dos telespectadores.

“Somos dinâmicos e a TV do futuro também será. O anunciante vai ter a oportunidade de ser mais assertivo. A nossa jornada da TV do futuro já começou”, destacou o Diretor de Estratégia e Tecnologia da Globo.

Sobre Raymundo Barros

Há 41 anos na Rede Globo, Barros está à frente das áreas de estratégia corporativa, parcerias e ecossistemas além da tecnologia. Na empresa, o executivo liderou iniciativas de grande relevância para a indústria de mídia, como o Projeto de ampliação da digitalização do sinal analógico no Brasil, a implantação de infraestrutura IP, o 4K na produção e distribuição de conteúdo, o Globoplay e a integração das áreas de tecnologia das empresas do Grupo Globo. Atualmente é responsável pela implantação da estratégia D2C, Adtech e Data Monetization da Globo.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp